21 de junho de 2011

História

Não é de hoje que as pessoas fazem da pele uma folha em branco pronta para ser desenhada, a arqueologia prova que a tatuagem existe pelo menos desde 4000 a.C. no Egito e em alguns países do norte da europa.
De acordo com a mitologia polinésia, os humanos aprenderam a arte de tatuar dos deuses. Tais decorações eram, então, aplicadas num contexto cerimonial por mestres reverenciados. Os desenhos eram um sinal de prosperidade e auferiam prestígio. Eles aumentavam as chances de uma pessoa encontrar um parceiro e suas perspectivas de obter sucesso em batalhas.
A tatuagem estava, tradicionalmente, reservada às classes superiores entre homens e mulheres, exibida sobre várias partes do corpo. a diferenciação social era realçada por símbolos correspondentes a cada uma das classes sociais, e também quando um iniciado havia reconhecido novos méritos, podendo então acrescentar novas tatuagens. Os motivos evocavam um grande feito guerreiro ou um acontecimento importante, contribuindo para a afirmação de sua identidade.

Durante a Idade Média, a Igreja Católica para se afirmar proibiu quase tudo da cultura dos povos chamados "pagãos" e a tatuagem não escapou, além de proibida foi demonizada, o que explica muito sobre o preconceito religioso que rola até hoje, tomada como prática de vandalismo e desrespeito a moradia do Espiríto Santo, o corpo.

O pai da palavra "tattoo" foi o capitão James Cook, escreveu em seu diário a palavra "tattow", também conhecida como "tatau" (termo do taitiano, língua originária da Polinésia, que era o som emitido durante a execução da tatuagem). Naquela época a tatuagem era feita com pedaços finos de ossos e uma espécie de martelinho para introduzir a tinta na pele.
Marinheiros circulam, e com eles a tatuagem circulou também, porém o Governo da Inglaterra adotou a tatuagem como forma de reconhecer prisioneiros, e mais uma vez a tatuagem foi marginalizadae criminalizada.

E em 1891, Samuel O’Reilly desenvolveu um aparelho elétrico para fazer tatuagens, baseado em outro aparelho extremamente parecido que havia sido criado e patenteado pelo próprio Thomas Edison para marcar couro.
Durante a Segunda Guerra Mundial, a tatuagem foi muito utilizada por soldados e marinheiros, que gravavam o nome da pessoa amada em seus corpos.
A máquina de tatuagem moderna foi criada por Percy Waters em 1929. Em 1979 Carol Nightingale reinventa a máquina de Percy Waters, desta vez mais potente, robusta e constituída de mais peças, semelhante às máquinas modernas atuais.
A máquina de tatuagem não sofreu muitas alterações desde a sua invenção.

A tatuagem chegou ao Brasil em meados dos anos 60 e foi introduzida pelo dinamarquês "Knud Harld Likke Gregersen" também conhecido como Lucky Tattoo, que tinha uma loja nas próximidades do cais de Santos, onde na época era lugar de boêmia e prostituição, com intensa circulação de imigrantes embarcados, muitas vezes bêbados, arruaceiros e envolvidos com drogas e prostitutas, o que contribuiu muito para a criminalização e preconceito que perdurou por anos e infelizmente ainda hoje deixou alguns resquicíos.

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tatuagem#cite_note-1
http://betoubrig.blogspot.com/p/tatuagem.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário